A influência da inteligência artificial no mundo artístico

O significado de perfeição é muito relativo, principalmente quando o assunto é arte. O que pode parecer muito estranho nas artes com estilo modernista, dadaísmo e na arte abstrata, algumas pessoas podem encontrar a perfeição. A verdade é que não existe limitação em arte. Seja qual for o estilo do artista, a única regra é não se limitar a nenhuma regra.

A arte está presente em todo os lugares ao nosso redor, desde a arquitetura das casa e edifícios, dança e teatro, música, esportes, desenhos e pinturas. Esta possui uma enorme importância em nossa vida, é onde nós humanos encontramos a liberdade de expressão, com a intenção de trazer uma mensagem para o público ou meramente com a finalidade decorativa.

O avanço tecnológico tem alterado muito a nossa forma de viver recentemente, e a arte não fica de fora. Se os computadores já haviam criado incontáveis novos estilos de música eletrônica, a invenção da inteligência artificial está criando agora novas ferramentas que podem ser utilizado para criar pinturas e desenhos ou até mesmo robôs que criam pinturas sem a ajuda humana.

Desenhos com óculos de realidade virtual

Algumas pessoas podem até não encontrar sentido na utilização dos óculos de realidade virtual para criar desenhos e pinturas. No entanto, este novo equipamento vem transformando o modo de que desenhos 3D são reproduzidos.

O novo programa Tilt Brush criado pela empresa que é líder no mercado tecnológico, Google, nos permite experimentar algo fascinante: entrar em sua própria criação. Isto mesmo, ao colocar estes óculos, a aplicação nos permite visualizar um espaço virtual em 3D, com livre espaço para criação. Você poderá utilizar inúmeras ferramentas disponibilizadas pelo programa e até mesmo caminhar através de sua arte.

Apesar de este tipo de tecnologia ser muito recente, já possui uma qualidade altíssima e já está influenciando muito a qualidade da criação de desenhos virtuais e filmes, uma vez que o artista agora poderá literalmente entrar em sua criação, a qual uma vez era feita através de uma tela. 

O primeiro robô com capacidade artística

A apenas 10 anos, a criação de robôs parecia impossível para alguns, imagine um robô que possa criar desenho e pinturas sozinho? O primeiro robô com esta capacidade já foi inventado e o nome dele é Ai-Da.

O robô criado pela Engineered Arts possui uma câmera frontal que funciona como seu “olho”, podendo visualizar desenhos e pinturas, assim como imagens da vida cotidiana, com a finalidade de aprender com o que vê e armazenar essas imagens para futuras criações.

A capacidade da criação de uma arte perfeita está longe de ser inventado, no entanto, os robôs, estes que são instrumentos eletrônicos assim como o computador, possui a capacidade da criação de linhas, simetrías e aparências mais próximas da realidade, além de uma memória e velocidade de criação mais rápida e potente que a humana.